terça-feira, 15 de maio de 2007

Rita!

Velho Galego diz:
Rita...
uma menina magrela que vivia em curitiba...
Velho Galego diz:
Ela é de curitiba né?

LARA diz:
Acho que sim...

Velho Galego diz:
E gostava de...
Velho Galego diz:
agora escreve tu...

LARA diz:
...deixar as unhas com cor de uva, cor de saudade!
Rosto fino e corpo de bailarina...

Velho Galego diz:
e gosta de se pendurar de cabeça prá baixo
pra sentir o sangue ir para a cabeça...
mas ela guarda um segredo...

LARA diz:
...guarda um segredo naquele pescoço que morde.
No abraço da despedida.
No café que toma.
Menina misteriosa, que apareceu e pegou amigos...

Velho Galego diz:
aquela menina da mordida é um amor proibido que ela teve quando criança
e não sabia que seria proibido por todos os anjos.
Ela teve que escolher entre...

LARA diz:
...o proibido pelos anjos dos outros e permitido pelo seu.
Ficou com o circo!

Velho Galego diz:
e no circo, ela conheceu um palhaço de nariz de bola!
ele era triste de um lado e feliz do outro.
ela perguntou qual dos rostos era realmente o dele,
ele respondeu que o dele era...

LARA diz:
...o que era visto por ela.
Disse prá ela escolher o lado que mais lhe agradava.
E então a menina pulou pro lado esquerdo.
O lado triste...

Velho Galego diz:
queria olhar mais de perto...
e depois pulou para o outro lado, pra ver se estava ali.
não encontrou em nenhum deles...
então rasgou um pedacinho de sua saia de chita, pra tirar a maquiagem do velho palhaço.
Embaixo daquelas cores encontrou um rosto velho,
marcado,
com olhos fundos
que sorria sozinho
e tinha muita...

LARA diz:
... muita graça no olhar, mesmo com aquela lágrima pintada, sorria.
a menina das unhas de uva e sorriso trancado, se sentiu criança.
vendo o olhar do palhaço sorrir e o rosto bordar a vida!
Quanta coisa aquele palhaço viveu, antes de viver palhaçadas...
E o palhaço que agora tomava forma humana prá menina, se aproximou...

Velho Galego diz:
e largou dentro do olhar dela um poquinho de pó das asas de uma fada!
Ele disse que com esse pó, ela poderia pintar o rosto
da cor que ela queria
como ela queria
era só ela pensar e dar 3 piscadelas!
a magrela menina que se sentia feia, pensou em todas as garotas lindas do tempo de escola.
queria ficar igual a elas...
mas o palhaço falou que embaixo da máscara, sempre estaria o rosto dela.
a magrelinha então...

LARA diz:
...quis só pintar os olhos!
Quis tirar as lágrimas do rosto e se olhar!
Viu então o quanto era bela e como teu rosto fino e corpo de bailarina, fascinavam os olhos do palhaço.
Ficaram se olhando. Ela podia ver seus olhos dentro dos olhos borrados do palhaço.
Foi quando tudo sumiu e...

Velho Galego diz:
então o palhaço pegou ela pela mão e levou para fora da lona!
A vida já era diferente!
O mundo não era mais uma gaiola com taliscas de madeira.
Com um pouco mais de luz nos olhos, ela sentiu que poderia ver outras coisas além do mundo que fazia dela esquálida...
O palhaço ja não era tão velho,
o barrão já não era tão borrado assim!
Então ela perguntou para o amigo palhaço onde...

LARA diz:
...estavam os borrões e o rosto cansado!
O palhaço disse que deixou na lona, junto com a lágrima apagada pela chita!
Menina Rita, das unhas de uva e colo bom prá deitar e falar de dança!
Rosto fino, corpo e cor de bailarina cansada!
Cansada de que?

Velho Galego diz:
Ele perguntou!
Ela disse que era de ser feia.
O palhaço riu!
- Vc não é feia! É a mais bela das dançantes!
Então ele larga a mão de Rita e vai buscar uma patativa perto de uma umbuzeira, coloca a ave no ombro de rita e fita...

LARA diz:
Rita dança como criança, ri, roda e canta como pássaro.
Perde medo, vergonha e se vê dentro dos olhos do amigo palhaço de novo.
Olhos bonitos, corpo de bailarina livre da caixinha!
Girando, tira a blusa listrada que aperta o peito e cai no chão como fruta!
Fecha os olhos com vergonha, sorri e sente o olhar do palhaço...

Velho Galego diz:
e quando abre os olhos, não encontra mais o bom amigo!
Só restava ela.
Nua da cintura pra cima,
uma ave bela no ombro
e o mundo!
Que agora, via a bailarina Rita como uma mulher linda
que tinha se desprendido de pudores e se entregado a novos amores.

*Fim (ou começo...)!

Velho Galego diz:
a gente tem que escrever juntos
alguma coisa
algum dia
mas juntos fisicamente
com a camisa listrada jogada no chão
vc pegando na minha mão, que pega o lápis, que risca o papel...

(...)

5 comentários:

velho galego disse...

e tud isso sem bebida!
rararara

rita disse...

Que lindo gente.


imagine isso com chá.

Mágico.

Palhaço disse...

a Rita levou meu sorriso, no sorriso dela meu assunto
levou junto com ela o que me é de direito,
e arrancou-me do peito e tem mais ...

Larissa Minghin disse...

Rita segue nua da cintura prá cima, dançando tão livre e linda como nunca!

Sentir o olhar do palhaço, é o que lhe faz bem!

palhaço disse...

segue nua pela rua embebida da lua, da cintura pra cima é dança, com minhas pernas faz trança ...

levou meu sorriso, brindou meu olhar

vai linda livre dançando, vai rita!