sábado, 23 de junho de 2007

Praça

O noivo exalava esperança!
E enquanto a noiva se pintava e a igreja se transformava em casa, eu passava por tudo...
Admirada e com um sei-lá-o-quê em mim, sorrindo!

3 comentários:

Roberto Leonan disse...

por isso...

casar na praia heim?!






não esquece a coroa de flores!

eu gosto de margaridas e você?


TOPA?? :)

velho galego disse...

danado é ver a pintura velha e descascada e notar que é lar.
danado e beber no copo que todos ja beberam e notar que é pra se bebericar mesmo.
danado é vestir o que todos ja vestiram e notar que é boa roupa.
danado é mesmo com tudo isso ser danado.

(To já terminando o meu hem!)

Roberto Leonan disse...

O seu "sei-lá-o-quê" é amor.


o amar a vida sempre vira um amor!

desses sem explicação!

tipo...


"sei-lá-o-quê?!"


porque te amo.