sexta-feira, 6 de julho de 2007

Bar(ra)

Entre risadas e falatórios, sentiu vontade/saudade/paixão.
Música no quarto estampa/espanta solidão.

4 comentários:

Bassáltamo disse...

quero ouvir minha dó(r)

Roberto Leonan disse...

Deixando um pouco pra trás o que é coerente.
Acredito, eu, e ela, também há um sonho em qualquer lugar.
Ele é vivo.
É meu e dela...
Só e mais...
Ele é vivo.

Retomando o sonho da criança que quer ter o que não se pode.
Eu entro na dança, e sonho também, quero também, mas com ela eu tudo posso!
Ele é vivo
Tem asa
Carinho...
Ele é vivo.

Ele é um sonho branco, perfeito pra se amar.
Com patinhas cor de laranja.
Com um abraço de olhos fechados
mais fitinha de cetim amarela.

Ele é o desejo de nossos destinos juntos
Ele é símbolo nosso... e...
Ele é vivo.

Roberto Leonan disse...

sem mais delongas...

sem encontra e por fim.



a vida é estrada, encontro!!!

Anônimo disse...

...parte minha em sua partitura!!!
Em clave de Fa. Em momentos de fusa. Em seu pleno instante eterno.