segunda-feira, 5 de novembro de 2007

Venus As a Boy

Estrada menor e tela em pedaços.
Cada passo.
Cada pedaço do seu em mim.

Faço colagem na pele.
Me embaraço, desfaço, traço e refaço teu corpo no meu.

Para escrever/viver/sentir levei um tempo.
Prá saber por onde começar, ouvi alto "Venus As a Boy".

Um comentário:

gabriel disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.