quarta-feira, 27 de junho de 2007

Instrumento

Entre voltas e dedos
Formas e boca
Mora o som

Entre sopro e sorriso
Corpo e vibrações
Sol na parede branca

Tu, agora és parte minha.
Eu, partiTUrA.

6 comentários:

tua parte disse...

muito lindo
lindo!

Anônimo disse...

tô aqui bem

Anônimo disse...

eu admiro sua forma de trabalhar com as palavras

Ricardo Siqueira disse...

Tu, agora és parte minha.
Eu, partitura.

Com sua licença, isso acaba de virar nick de msn...sem crédito nem nada =P

bjos

Gustavo Fonseca disse...

"Hoje quero crer que não foi mesmo em vão
escolho solitude à solidão(...)"

Roberto Leonan disse...

Faça som...

Cria-se nele a alma...

A minha é em tom menor. Com 4 oitavas. É também deslinear, torta... descompassada!! É como eu...

É Paulinho da Viola brincando com os sintetizadores de Denali. É um show de Tereza Cristina... Uma melodia de Faraquet... as letras são mudas... Um livro de Zezek...

Meu som é o peso do silêncio!!

Sem ritmo porque não tem tempo...

Sem notas dissonantes... apenas um Dó...

Esqueça o som...

Eu vou regir meu querer. É mais sonoro!!!