segunda-feira, 2 de julho de 2007

acalamar

Impressa....................Profundo
Impressa....................Profundo
Impressa....................Profundo
.
Vontade impulsiona e prazer acalma
.
Conversando
Conversando..............Encontrar
Conversando..............Encontrar
Conversando..............Encontrar
Conversando..............Encontrar
Conversando
.
Pedaço meu que é teu e ninguém toca
.
Olhar........................Amarelinha
Olhar........................Amarelinha
Olhar........................Amarelinha
Olhar........................Amarelinha
.
Amar é linha.
Pipa!

6 comentários:

CJ disse...

sensacional. muito criativo esse poema.

30 segundos disse...

splash

bubys disse...

eu canto.....
Adorei laret's.....

Roberto Leonan disse...

Amar não é linha
Não é nada que tenha idéia de controle...
Nada linear!

Amar não é pipa
Não é nada que tenha idéia de comando.
Nada preso!

Amar é o vento que carrega a pipa
Amar é o vento que arrebenta a linha
Amar é o vendo que leva a pipa pras mãos de outra criança.

Roberto Leonan disse...

AMAR É "OS OLHOS" AQUELA CRIANÇA AO PEGAR SUA NOVA PIPA NO VENTO!

velho galego disse...

queria saber brincar com as palavras assim!