sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Palavra

Mal dita não consegue contar
e sigo grávida de palavras sem rosto, sem nome.
Não nascem.
Mal ditas,
elas não querem ser!

5 comentários:

Vital disse...

o não-ser é só mais um jeito
de existir, às vezes penso que o primeiro de todos.

Emely disse...

Calam-se!

Ian Lehmann disse...

=D

Ana Paula disse...

Oi Larissa, você deixou um recado no meu orkut falando de ter um texto seu no meu perfil.
estou tentanto mandar um recado no seu orkut mais não vai =[
então vou dizer por aqui mesmo.
Ah sempre que possível há textos seu no meu perfil.
eu particularmente sou muito sua fã.

sempre faço questão de mostrar seu blog para meus amigos. (:

Obrigada por sempre postar coisas que tocam a alma.

Beijos !

Delon disse...

Elas esperam a melhor hora. Nós se pensamos agora, mas as palavras são mais calmas, mais sábias.

=)