segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Domingo

Eu te espero
com o cheiro dos teus lábios no rosto
e o gosto dos seus olhos nos meus.

E como se nunca o tivesse encontrado,
eu espero.

2 comentários:

Ian Lehmann disse...

"E como se nunca o tivesse encontrado,
eu espero."

Cristiano disse...

Voltei ao Calmaria.

Espero que para não parar mais...

Dá uma olhada lá.

Beijos